13 de janeiro de 2021

Citizen Promaster Tough

 


Ando para referenciar este Citizen já há algum tempo, mas só hoje houve oportunidade (so many watches, so little time...). Trata-se de um relógio de mergulho com movimento de quartzo e algumas características interessantes que o tornam único. E, claro, como é muito apreciado pela comunidade, a marca decidiu... descontinuá-lo. Que surpresa! (not...).

E o que torna este Citizen Promaster Tough em algo que valha a pena realçar no meio de milhares de relógios que, pelo menos pelo aspeto, parecem iguais? A resposta está no nome: é mesmo... forte! E basta clicarem na foto do lado direito para começarem a perceber porquê. Notam alguma coisa estranha? Ah, pois é... Não tem tampa! A caixa, de 42mm de diâmetro, é construída como um monobloco e o movimento é montado por cima, ao contrário do que sucede normalmente (já há uns anos fiz uma referência a um Citizen com este tipo de construção).

Além disso, a Citizen colocou também cuidado adicional no material da caixa propriamente dito, indicando ter usado uma liga de aço inoxidável (até aí, tudo normal) com um revestimento a que chama "Super Titanium" aplicado não apenas na caixa como na bracelete, e que oferece uma resistência 5 vezes superior à do aço, é anti-magnético e possui propriedades hipo-alérgicas. A execução inclui ainda índices e ponteiros com aplicação de superluminova, vidro de safira e coroa de rosca.

O movimento usado é o calibre de quartzo Citizen E168 com data e alimentação através da luz, usado também em diversos outros modelos da marca, e é a chave para se puder ter usado aqui uma caixa monobloco, uma vez que não necessita mudar de pilha – a autonomia é de 6 meses após um carregamento completo. 

O preço de referência é de 495 dólares, mas pode (ainda) ser encontrado na Amazon Espanha por menos de 260 euros, já com portes.

Sem comentários :

Publicar um comentário