20 de janeiro de 2021

Seiko Kinetic SKA789P1

 


Em 1996 comprei um Seiko Kinetic de primeira geração igual a este, com dia e data e detalhes dourados na caixa. Infelizmente a primeira geração Kinetic tinha imensos problemas técnicos, relacionados com o condensador usado. Ainda tenho este relógio mas, entretanto, já tem um movimento (também Kinetic) melhorado e com mais autonomia do que o original. 

Hoje, os "dentes de leite" da tecnologia Kinetic (em que um rotor, semelhante ao dos relógios automáticos, é usado para gerar energia para uma pilha recarregável) já são coisa do passado, com os relógios baseados nestes movimentos a oferecer um nível de fiabilidade e precisão semelhantes aos de quartzo convencional.

Este modelo é particularmente bem conseguido, ainda que algo grande (a caixa é de 43mm), com um bisel fixo que exibe uma escala de minutos/segundos que complementa estética e funcionalmente a escala horária com índices em todas as posições exceto às 12h00.

O movimento Kinetic de ultima geração usado aqui oferece uma autonomia de 6 meses após carregamento total, o que é bastante impressionante face aos cerca de três dias (75 horas) da versão original.

Como já expliquei em anteriores posts, o pusher às duas horas serve para confirmar a reserva de marcha, a qual é indicada através do movimento do ponteiro dos segundos. À data em que escrevi este post (já há algumas semanas), este relógio estava à venda na Amazon Espanha por cerca de 260 euros, já com portes. Uma busca pelo site mostra outras variantes que poderão ser também interessantes.

Sem comentários :

Enviar um comentário