26 de março de 2021

Casio Edifice EFR-S108D-1AVUEF

 

Já aqui temos falado de contrafações e de hommages e da diferença entre ambas. Se as primeiras são (para mim) inaceitáveis, também há quem torça o nariz às segundas, embora reconhecendo a distância entre ambas.

Coisa muito diferente é o campo inesgotável das influências – afinal, a maioria dos relógios tem um mostrador redondo e 12 índices ou numerais, pelo que é virtualmente impossível fugirmos ao facto de que toda a gente anda a copiar toda a gente, de uma maneira ou de outra.

Este Casio da gama Edifice que hoje vos trago tem a referência EFR-S108D-1AVUEF e é um desenho original que, no entanto, claramente pisca e olho a um verdadeiro ícone da alta relojoaria, o Audemars Piguet Royal Oak que, em 1972, trouxe consigo uma lufada de ar fresco ao mercado.

A originalidade do Royal Oak consiste na caixa – com exterior octogonal e interior circular – bem como na decoração com parafusos visíveis. E são precisamente estes dois aspetos que a Casio aqui retomou de forma que eu considero particularmente feliz neste modelo. 

Claro que as semelhanças entre ambos os modelos começam e terminam aqui, até porque o AP Royal Oak com o qual este Caso é mais parecido, a referência 15500ST.OO.1220ST.03, custa a módica quantia de... 21.000 francos suíços, ou seja, algo como 19.000€!

Escusado será dizer que não acho que este Casio, que tem um PVP de referência de 119€ mas pode ser comprado por cerca de 100€, seja 190 vezes pior do que o Royal Oak que o inspirou. Pelo contrário, além de ser um excelente negócio é muito bonito, com as suas linhas elegantes, caixa com 40mm de diâmetro de reduzida espessura (apenas 7,8mm) e resistência à água até 100 metros.

Como seria de esperar por este preço, o movimento é de quartzo, mas a execução inclui vidro de safira. Ah, e já vos disse que custa cerca de 100 euros, certo? ;-)

Sem comentários :

Publicar um comentário